Sarkozy defende entrada do Brasil na Conselho de Segurança da ONU

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, defendeu hoje (22) a entrada do Brasil no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Sarkozy, que participou do 2º Encontro Comercial de Brasil e União Européia, no Rio de Janeiro, fez elogios ao governo Lula e complementou o seu discurso dizendo que o “mundo precisa do Brasil para a regulamentação do fluxo financeiro”. O presidente da França lembrou ainda que os países precisam sentar e discutir o comércio mundial, citando o impasse da Rodada Doha da Organização Mundial de Comércio (OMC). Sarkozy ainda acrescentou que o presidente eleito dos EUA, Barack Obama, terá que tomar iniciativas para retomar o diálogo da Doha com outros países, depois do que considerou um distanciamento do presidente George W. Bush.

Brasil fecha acordo militar com a França

Os governos brasileiro e francês fecharam ontem (23) acordos militares que possibilitarão a instalação no Rio de Janeiro de um estaleiro para a construção de cinco submarinos para a Marinha do Brasil. Segundo o ministro Nelson Jobim (Defesa), serão produzidas quatro naves convencionais Scorpéne e um veículo nuclear brasileiro. Jobim informou que o estaleiro será construído e operado pelo setor privado francês e, depois de 20 anos, passará a integrar o patrimônio público brasileiro. Os acordos não incluem propulsão submarina nuclear, cuja tecnologia o Brasil já domina. Também no Rio, explicou o ministro, ficará a base do futuro submarino nuclear, que levará duas décadas para ficar pronto.

File Under: