Brasil receberá observadores internacionais; seis paises já confirmaram

As eleições municipais no Brasil vão ser acompanhadas por observadores internacionais, informou nesta quarta-feira (24) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foi feito convite para 155 países e seis já comunicaram que enviarão representantes: Argentina, Palestina, Angola, Costa Rica, Moçambique e Quênia. Eles poderão ficar no Rio Grande do Sul, Paraná, Minas, Maranhão ou São Paulo. Nas visitas, os representantes conhecerão algumas seções de votação e como é o processo de apuração.

O tribunal informou ainda que Iraque, Qatar e Venezuela também já manifestaram interesse.
No caso do Iraque, o representante deve ser o presidente da Comissão Eleitoral do país. O Brasil também pode enviar um observador para o país do Golfo Pérsico em breve.


“O TSE encaminhou o comunicado também aos organismos internacionais ligados a processos eleitorais”, diz texto do tribunal.
Segundo o assessor de Cerimonial e Assuntos Internacionais do TSE, Ebenézer Cupertino Nascimento, “o comunicado busca reforçar ainda mais os laços de cooperação e amizade entre a

Justiça Eleitoral brasileira e as de outros países”.
Ainda conforme o TSE, o tribunal não arca com as despesas com passagens aéreas, alimentação e hospedagem.
No primeiro turno das eleições de 2006, o tribunal diz ter recebido 66 representantes de 11 países e de organismos internacionais. Na ocasião, vieram: Colômbia, México, Haiti, Argentina, Peru, Burkina Faso, República Dominicana, Uruguai, Venezuela, República do Congo e El Salvador.

informações da Globo

File Under: