Pirpirituba: saldo de três feridos e quatro presos em comício

Três pessoas ficaram feridas, sendo uma em estado grave, em uma confusão ocorrida na noite desta quinta-feira, 25, durante comício da Coligação “Renovação e Trabalho”, encabeçada pelo candidato a prefeito de Pirpirituba, Rinaldo de Lucena Guedes (PSB). Quatro pessoas foram presas.

Uma das vítimas, o taxista Valmir Pontes Maciel, 25 anos, residente à Travessa José Cruz, S/N, naquela cidade Pirpirituba, ficou com uma faca encravada nas costas e está internado no Hospital do Sesp, em Guarabira. As outras pessoas esfaqueadas foram o autônomo Itamar Alves de França, 39, residente em Mangabeira, na Capital, ferido com uma facada nas costas e o candidato a vereador, o contador Severino Nicolau Lourenço.

Os acusados pela agressão foram José Leonardo Bernardo dos Santos, 18; seu irmão de 16 anos; Ailton Conceição de Souza, 23, e outro adolescente de 16 anos, todos residentes em Pirpirituba, mas que estão presos na 1ª Delegacia Distrital, em Guarabira, pois a população tentou linchá-los, sendo contida pela polícia.
Apresentando sintomas de embriaguez, os quatro rapazes se postaram por trás do palanque, quando passaram a agredir as pessoas que iam subir com facadas, principalmente nas costas. Policiais militares que estavam no local conseguiram prender os agressores. Nesse momento um dos presos, no meio da multidão, gritou o nome da candidata da oposição, conhecida por Josivalda Matias de Sousa, “Valdinha Agrício” (PMDB), o que gerou um novo tumulto. As pessoas queriam tomar os quatro das mãos dos policiais, que providenciaram a transferência deles para Guarabira.
Apesar do tumulto generalizado o clima nesta sexta-feira é de tranqüilidade na cidade de Pirpirituba, segundo o sub-tenente Jailton Paulo.
da redação com informações do wscom
File Under: